I'll reach in and take a bite out of that Shit you call a heart
1 2 3 4 5 »
THEME PROMISSE @
“Eu não quero respostas. Não mais. Não quero que você volte atrás, nem quero que diga que se arrependa. Não tem nada mais para ser dito e nem discutido. Você pediu por isso, insistiu por isso, implorou por isso. Pra que eu desistisse, pra que eu fosse embora. No seu lugar, eu também não teria insistido muito. Mas no meu lugar, qualquer um teria desistido. Eu fiquei do seu lado, eu me importei quando ninguém se importava. Eu entendi a sua tristeza, eu compreendi o seu silêncio. Eu entendi tudo. Eu me coloquei em segundo lugar, só pra deixar você em primeiro. Eu passei a amar menos as pessoas, pra poder te amar mais. E em todo lugar que eu ia, eu queria estar com você. Eu deixei todas as pessoas do mundo por você. Porque eu achava que você valia mais do que todas as pessoas do mundo juntas. Eu achava que você era tudo. Mas olha só agora, olhe hoje por exemplo. Eu não quero nem respostas. Não quero mais nada, nem exijo mais nada. De todas as coisas do mundo, eu só queria que você tivesse me entendido. Queria que tivesse ficado, sabe? Queria que você não tivesse desistido, e que não tivesse me obrigado a desistir também. Eu queria muita coisa. Eu quis muita coisa. Hoje não, hoje eu não quero nada. Não quero mais.”
Robin and Stubb.  (via quase-heroi)

posted on 1 week ago with 25,759 notes · via · source · reblog

posted on 1 week ago with 5,938 notes · via · source · reblog

posted on 1 week ago with 7,992 notes · via · source · reblog

Toin toin


posted on 2 months ago · reblog

posted on 4 months ago with 6,876 notes · via · source · reblog

Não sei o que pensar, muito menos como devo agir. Enlouqueci, a cada dia me afundando mais em mim mesma. Eu me perdi, e agora eu quero ficar quieta, sozinha. Tenho medo de me aproximar das pessoas, tenho medo de ter companhia, tenho medo de ter que interagir. É tudo estranho demais até pra mim, não consigo entender o que eu fiz pra merecer ser apedrejada dessa forma. Me perdoe se estiver equivocada, e estar apenas dramatizando e me fazendo de vítima, sendo fraca… Mas eu estou a ponto de explodir, se eu não me abrir, se eu não gritar. Estou virando uma bomba relógio. Eu sei , tenho parcela de culpa em todas as histórias , eu sei.. E não estou negando isso, apenas quero dizer que talvez isso me machuque , que talvez não seja apenas EU que esteja errando, que esteja falando coisas que não devem, talvez… Mas eu sempre acabo achando que tudo foi causado por mim, belo dom vocês tem.
Eu chorei noites inteiras, passei as madrugadas tentando abafar o som do meu desespero, a dor gritava dentro de mim e ninguém iria entender se visse essa cena;até porque nem eu sabia ao certo o que fazia eu enfraquecer a cada momento. Ninguém iria entender como uma “sem coração” , como aquela ogra sem sentimentos poderia estar agora , desmanchando-se em lágrimas, eles iriam me julgar novamente , e eu não precisava ser julgada e sim acolhida e compreendida. Queria apenas uma vez poder falar e não ver no olhar das pessoas aquela expressão me dizendo o quanto eu sou uma babaca, que só causo mal aos que me rodeiam e como me tornei um peso na Terra. Eu morria cada vez que via as pessoas que eu mais amei e confiei meu todo nelas , se afastando e me enfiando uma faca; morri por ouvir coisas que não merecia , morri por ver as atitudes que eles tomavam comigo, morri ao ler as conversas animadas com outros corpos vagos, morri por eles não terem me escutado quando eu precisei, morri por sempre ir atrás de seu afeto , mendigando por atenção e ser tocada pra longe como um bicho sarnento. Morri por ser tratada como um lixo na frente de todos, morri quando ouvi coisas horríveis vindo daqueles que eu sempre dei a cara a tapa,morri quando eu percebi que qualquer um seria melhor que eu - em tudo- morri quando eu percebi que todas as declarações e as provas que dei e fiz pelas pessoas foram em vão , e outras levaram toda ” a fama” e eu fiquei com os olhares de repúdio. Morri e ninguém percebeu ; morri duas vezes.
Eu lutei incansáveis vezes , pra por tudo em seu devido lugar e fazer as pessoas que me feriram sorrirem. Lutei sozinha, me feri demais nessa batalha, e ninguém me ajudou a se curar. Foram inúmeras as vezes em que engoli tudo e fui atrás pra “concertar” o erro que tiveram comigo, injusto não?
Mas agora que estou cansada demais pra conseguir lembrar o meu próprio valor… Estou me deteriorando. Não consigo me sentir bem comigo mesma, e tudo em mim me incomoda. Eu só peço pra que me dêem motivos pra eu ficar nessa caminhada, e acreditar que eu posso e que eu sou ainda, aquela que lhes fazem sorrir.


posted on 6 months ago · reblog

posted on 7 months ago with 24,218 notes · via · source · reblog